Quando o sono é motor de aprendizagem!

Na reunião da manhã, a Mariana colocou uma questão muito pertinente Por que é que quando uma pessoa boceja, a outra também boceja?

Ficámos curiosos e durante vários dias fomos observando as pessoas e confirmámos este fenómeno.

Para sabermos mais, fomos pesquisar e descobrimos que o bocejo é um ato involuntário do nosso cérebro para nos manter acordados. E sim, este comportamento é “contagioso” devido à existência dos neurónios espelho que nos levam a repetir comportamentos observados. O mesmo pode acontecer com o choro ou com o riso.